Tabela Periódica Atualizada 2017 → Novo Elementos, Imprima!

A tabela periódica agrupa os elementos químicos devido a sua composição e propriedades. Entretanto, a Tabela Periódica atualizada 2017 agora conta com quatro novos elementos. Deste modo, ela completa a sétima linha. Para saber quais são as alterações, confira a Tabela Periódica atualizada 2017.

Tabela Periódica Atualizada 2017

Tabela Periódica Atualizada 2017

Tabela Periódica Atualizada 2017

A União Internacional de Química Pura e Aplicada descobriu mais quatro elementos. Com isto foram inseridos os elementos 113, 115, 117 e 118. Identificados por cientistas russos, japoneses e americanos eles completaram a sétima fila da tabela periódica.

 

Estes elementos são os primeiros a serem adicionados a tabela desde 2011. Na ocasião foram incluídos os elementos 114 e 116. A tabela foi desenvolvida em 1869 pelo cientista russo Dmitri Mendeleyev.

Provisoriamente quando foram descobertos, eles foram chamados de Ununtrium (Uut), Ununpentium (Uup), Ununseptium (Uus) e Ununoctium (Uuo). Abaixo segue a sigla, o número atômico e de massa de cada um.

Estes elementos agora fazem parte das famílias IIIA, VA, VIIA e VIIIA. Sendo assim, eles são:

  • Ununtrium: características semelhantes ao Tálio. Metal, sólido e possui elétrons mais energéticos no subnível 7p1.
  • Ununpentium: características semelhantes ao Bismuto. Metal, sólido e possui elétrons mais energéticos no subnível 7p3.
  • Ununseptium: características semelhantes ao Astato. Metal, sólido e possui elétrons mais energéticos no subnível 7p5.
  • Ununoctium: características semelhantes ao Radônio. Metal, sólido e possui elétrons mais energéticos no subnível 7p6.

Novos elementos da Tabela Periódica Atualizada 2017

Os novos elementos 113, 115, 117 e 118 foram batizados de nihônio, moscóvio, tennessino e oganessono.

O primeiro elemento foi descoberto por cientistas do Instituto Riken no Japão. Já os outros foram descobertos pela equipe dos cientistas da Rússia e dos Estados Unidos.

Como exemplo, em 2009 o elemento químico 112 recebeu o nome de Copernício. Uma homenagem ao astrônomo polonês Nicolau Copérnico (1473-1543), e com o símbolo Cn.

Em todo caso é preciso lembrar que estes elementos não são encontrados na natureza. Todos foram criados pelo homem. Todos eles são radioativos e só ficam estáveis por segundos ou meros milissegundos.

Devido a esta característica, acaba dificultando o seu estudo, portanto, não sabe se podem ser usados na prática.

113 – Elemento asiático

O elemento 113 apresenta uma vida reduzida como a de um milissegundo. Devido a sua instabilidade ele é inútil para uso industrial. Inicialmente ele é utilizado somente para pesquisas científicas.

Este elemento já estava em fase de estudo, pois a primeira vez que falou da sua descoberta foi em 2003. Entretanto, somente em 2012 a cientista japonês Kosuke Morita, da Universidade de Kyushu, confirmou.

Este é o primeiro elemento sintético produzido no Japão. Ele é o resultado da desintegração do elemento 115.

115 – Microvida

O 115 tem sua existência menos de um segundo antes de decompor em forma de átomos. Além disso, ele é radioativo.

O seu primeiro relato foi em 2004 por cientistas russos. Entretanto, somente nove anos depois especialistas (da universidade sueca) confirmaram a existência.

Foram os cientistas da Suécia que produziram um novo isótopo desse elemento. Como consequência ele transformou-se em partículas através do processo radioativo. Deste modo ficou mais fácil compreender sua estrutura e propriedade.

117 – Superpesados

O 117 é um dos mais pesados depois do elemento 118. Ele apresenta uma vida de meros milissegundos. Nesse intervalo elas são chamadas de ilhas de estabilidade temporal entre prótons e nêutrons.

118 – Mais pesado

O elemento 118 apresenta a maior massa atômica entre os itens sintetizados. Foi em 2002 que os cientistas do Instituto Unificado de Pesquisas Nucleares de Dubna, na Rússia, afirmaram sua existência.

Além disso, o elemento é bastante instável o que atrapalha o seu estudo. Utilizado para pesquisas científicas acredita-se que em condições normais de temperatura e pressão, ele seja um sólido.

Imprima a Tabela Periódica Atualizada 2017

Todas as atualizações periódicas da tabela ocorrem pela a IUPAC (International Union of Pure and Applied Chemistry). Este é o órgão responsável pelas padronizações na química.

Esta mudança ocorre com valores de massa (peso) atômicos e quando existem nomes dos novos elementos químicos de elevado número atômico.

Abaixo segue a Tabela Periódica atualizada 2017 atualizada em várias versões e cores. Escolha a que deseja e clique na imagem para poder fazer a impressão.

  • Tabela periódica com massa (peso) atômico simplificados (para estudantes)

 

Preto e branco

Arquivo em PDF (tamanho A4)

 

Colorida

 

Arquivo em PDF (tamanho A4)

  • Tabela periódica com intervalos de massa (peso) atômico (indicada para químicos e pesquisadores)

Preto e branco

Arquivo em PDF (tamanho A4)

 

Colorida

Arquivo em PDF (tamanho A4)


💡 DICA!

A Estácio está com vagas abertas para o Vestibular. 

Para se inscrever é fácil, clique aqui e faça sua inscrição sem pagar taxas.

Você também pode usar a nota do ENEM de qualquer ano, seguro educacional e também financiamento sem juros.  

➜ Inscreva-se Agora



 

Tabela Periódica Atualizada 2017 → Novo Elementos, Imprima!
2 votos. Average: 5 out of 5

"Programa Está Oferecendo Bolsas de 80% em Todos Estados do Brasil e Revolucionando Ensino Superior no País"

Estudantes Tem Garantias de Economizar Até a Formatura, diz Diretor do QueroBolsa.

Alguma dúvida? Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *